31 de maio de 2017
Seja o primeiro a comentar

Muray Lab: transforme ideias em oportunidades

Divulgação

Por Dario Vedana

Metodologia para geração de ideias, reconhecimento de oportunidades, problemas e necessidades de mercado.

Você acredita mesmo que tudo que poderia ser inventado já foi inventado?
Esta pergunta é para incomodar. É para nos tirar de nossa zona de conforto. Começo explicando a nossa metodologia com ela, para que você se lembre sempre:
Nos momentos em que abre mão de uma ideia porque simplesmente descobriu que o que pensou já existe de alguma forma em algum lugar, é como se você dissesse:

“Sim, estou desistindo da minha ideia sem ao menos tentar aprofundá-la”.
Toda vez que você vai além da superficialidade e persiste em uma ideia, algum aprendizado, satisfação, realização, retorno financeiro e crescimento você tem. Nessas horas, você está dizendo:
“Consegui, apostei na minha ideia, sacada, insight, fiz algo acontecer e causei impacto (mesmo que seja somente para mim), a partir de algo que eu mesmo iniciei”.
Com qual das duas respostas você pretende ficar? Certamente com a segunda. Por isso, você chegou até aqui.

Vamos começar?

Como gerar ideias de negócios?
Quem já visitou o Peru, ou mesmo quando estudou História e viu algumas fotos, teve contato com as ruínas do Império Inca (1100 d.C.-1570 d.C.) e conheceu sua cultura e avanços na arquitetura, engenharia, organização social e agronomia (produção agrícola e medicinal) desenvolvidos pela civilização andina. O povo inca desenvolveu laboratórios agrícolas em busca das melhores condições climáticas para o cultivo. Estudos arqueológicos indicaram as ruínas de Muray, Tipón e Chinchero como locais dos experimentos. São locais que apresentam degraus de diferentes diâmetros e níveis de profundidade na terra, em formatos circulares ou semicirculares, formando diferentes graus de temperatura, níveis de irradiação solar e ventilação, que variam de um degrau para o outro, com sistemas de irrigação. Os incas cultivaram mais de 80 espécies de vegetais comestíveis que hoje alimentam nossa humanidade, entre eles: milho, batata, quinoa, yacon, tremoço, feijão, abóbora, batata-doce, amendoim, abacate, abacaxi, mamão, graviola, entre muitos outros.

Mas o que esta história dos incas tem a ver com gerar uma ideia de negócio?
Analisando as técnicas de cultivo dos incas, percebemos que as ideias e as soluções eram testadas em um laboratório até encontrarem a melhor alternativa. Inspirado no formato do laboratório agrícola de Muray, criei uma metodologia para auxiliar empreendedores e profissionais no processo de mapear suas ideias e descobrir oportunidades, a qual chamei de “Muray Lab” (Laboratório Muray de Ideias e Oportunidades).

thumbnail_MurayMuray é um sítio arqueológico inca localizado a 50 km de Cusco, antiga capital do povo inca e que fica a noroeste do vilarejo de Maras, no Peru. Em Muray, existem três laboratórios neste formato. O maior possui cerca de 30 metros de profundidade.

Fonte da imagem neste link.

MURAY LAB para mapeamento de ideias e desenvolvimento de oportunidades
No Muray Lab, a cada fase/camada, você é conduzido a aprofundar sua ideia, como no laboratório agrícola dos incas, em que, a cada degrau, a profundidade aumentava, mudando o solo, os ares, a irradiação solar e a temperatura, que variava do topo até o centro da parte mais baixa em torno de 15°C (a mais). Para que você possa ir aquecendo suas ideias e indo além da superficialidade, amadurecendo até chegar em uma ideia para ser explorada, testada, validada e executada com maestria.
O Muray Lab está dividido em cinco camadas de aprofundamento até estruturar sua ideia em uma frase:

thumbnail_Muray LAB

1. Ponto de partida: de onde vem a sua ideia? História Pessoal, Trabalho, Problema, Necessidade ou demanda não atendida, Ineficiência ou Insatisfação, Lazer/Viagem, Rotina/Hábito.
2. Processo de descoberta: como você chegou nesta ideia? Experiência, Uso/Consumo, Observação, Degustação, Análise, Pergunta/Dúvida, Estudo/ Pesquisa/Informação, Interação.
3. Classificação da ideia: como você classifica esta ideia? Tendência, Mudança de contexto, Demanda espontânea, Invenção/Patente.
4. Tipo de inovação: sua ideia se aplica a qual tipo de inovação? Produto, Serviço, Tecnologia, Recurso, Organização, Processo, Marketing.
5. A ideia: explique a sua ideia em uma frase.
Frase e área/campo de atuação da sua ideia (Administração, Arquitetura, Artes Visuais, Comunicação, Design, Educação, Engenharia, Informática, Internet, Letras, Relações Internacionais, Saúde, Transporte, demais áreas).

Exemplo de aplicação da Metodologia Muray Lab

red-bull-logo-3Vamos ver como ficaria o mapa de oportunidade da ideia de Dietrich Mateschitz, quando ele teve a ideia de comercializar a bebida que conheceu na Tailândia, que deu origem à Red Bull.

thumbnail_Muray Lab21. Ponto de partida: Lazer/Viagem
2. Processo de descoberta: Uso/Consumo
3. Classificação da ideia: Mudança de Contexto
4. Tipo de inovação: Marketing, Produto
5. A ideia:
– Frase (resumo da ideia): Comercializar a bebida Krating Daeng e criar uma nova indústria de bebidas energéticas chamada Red Bull.
– Campo de atuação: bebidas energéticas

IMPORTANTE!
É importante ressaltar que, em alguns casos, cada camada do Muray Lab pode ter mais de uma opção. Por exemplo: a descoberta de uma ideia pode acontecer durante uma viagem de trabalho, por meio de degustação, seguida de uso/consumo para conhecer melhor o produto e observação do hábito das pessoas no país/cidade que visitou. Note que, neste exemplo, o processo de descoberta se deu pela combinação de três itens.

china in boxVejamos um exemplo real: No caso da história de Shiba, fundador da China in Box, por exemplo, o Ponto de Partida foi a combinação de três fatores: sua história pessoal, observando a rotina/hábito das pessoas, que ele mesmo estava praticando (comendo comida chinesa em caixinhas), durante uma viagem (intercâmbio para estudar nos EUA).

Fonte: Palestra disponível neste link.

ATIVIDADE PRÁTICA | “Meu Muray Lab”

thumbnail_Muray Lab2Utilize a metodologia Muray Lab para fazer o seu laboratório de oportunidades, a fim de identificar ideias potenciais para desenvolver negócios. Levante pelo menos duas ideias que faça sentido para você (e seus sócios, se você tiver) e:

a) coloque uma por vez no Muray Lab – procure identificar, em cada camada, a(s) opção(ões) que esteja(m) mais próxima da sua ideia. Lembre-se: em cada camada, pode ser que você identifique mais de uma opção e faça uma combinação de opções;
b) cruze “A ideia” com suas preferências, competências e interesses;
c) analise o mercado e compare com negócios existentes, para tornar claro o diferencial;
d) estruture a ideia em um papel;
e) guarde para atividades futuras;
f) lembre-se: uma ideia não é nada se não for testada, executada.

Para conhecer mais sobre a metodologia Muray Lab, acesse este link:

Prof. Me. Dario Vedana
Coordenador do Núcleo de Empreendedorismo e Inovação Belas Artes
Professor de Empreendedorismo e Inovação da Belas Artes

Conheça o Núcleo de Empreendedorismo e Inovação Belas Artes: http://belasartes.br/nei

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *