15 de março de 2016
Seja o primeiro a comentar

“A realidade virtual é, sem dúvidas, a tecnologia de um futuro próximo”, diz Dave Werner no SXSW

Realidade-Virtual-é-uma-tecnologia-de-um-futuro-próximo

Patrícia Cardim, diretora-geral do Centro Universitário Belas Artes de São Paulo está em Austin, no Texas (EUA) para acompanhar e cobrir o South by Southwest (SXSW), um dos eventos mais interessantes e cools do mundo, que reúne grandes novidades de música, cinema e inovação.

Para começar, Patrícia acompanhou a palestra de Dave Werner, designer de experiência Sênior da Adobe Systems, que discutiu sobre a evolução do vídeo e nos deu algumas dicas de como eles serão em 2026.

De acordo com o especialista, teremos mais resolução e o nosso Campo de visão será mais abrangente. “Hoje, olhamos tudo dentro de uma moldura e passaremos em breve a participar da experiência com a realidade virtual – ‘entraremos na tela’, sentiremos a presença de pessoas e do ambiente que estão na TV”, explica.

Realidade virtual nada mais é do que uma tecnologia de interface avançada entre um usuário e um sistema computacional. O objetivo dessa tecnologia é recriar ao máximo a sensação de realidade para uma pessoa, levando-a a adotar essa interação como uma de suas realidades temporais. Para isso, essa interação é realizada em tempo real, com o uso de técnicas e de equipamentos computacionais que ajudam na ampliação do sentimento de presença do usuário.

Ainda segundo Werner, teremos contações de histórias interativas. “Você entrará nos filmes para decidir pontos importantes de como a história vai continuar e, por isso, questões morais que nos fazem pensar e análise das consequências de nossas escolhas ganharão força, uma vez que, a interação vai causar uma sensação de responsabilidade enorme”, explica Werner. Ele ressalta que haverá também a possibilidade de incluir efeitos especiais de forma simples e prática.

O designer aproveitou para apresentar mais detalhes sobre o Adobe Premiere Clip, um aplicativo de edição de vídeo gratuito, que de maneira veloz e divertida, edita vídeos com qualidade, permite inclusão de efeitos e que podem ser compartilhados com facilidade. Tudo isso através do celular.

Porém, Werner reforça que a realidade virtual requer equilíbrio. “A pessoa precisa ser ativa para participar da cena, mas ainda precisamos resolver a questão social, afinal, como assistiremos um filme em realidade virtual com nossas famílias sem nos tornarmos seres isolados do mundo?”, indaga o especialista.

Pesquisas apontam que até 2026, 120 bilhões de dólares serão investidos nessa tecnologia, onde para fazer tudo, não precisaremos de nada, apenas de uma lente em nosso olho. “Não haverá mais telas, tudo ‘caminhará’ e será ativado com você, em qualquer lugar. Entretenimento é a palavra do futuro. A realidade virtual é, sem dúvidas, a tecnologia de um futuro próximo”, finalizou Dave Werner.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *